segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

16

"Não imagino como estejas. Perder alguém que se ama tanto, deve ser das piores dores do Mundo. Quando soube que o teu amigo tinha falecido, lembrei-me logo daquela nossa conversa, de quando te contei o aperto no coração que sinto sempre que penso que tu, ou alguém que adoro, pode morrer. Depois, para te ser muito sincera, deitei-me na minha cama, e na almofada afoguei todas as minhas lágrimas: apesar de não o ter conhecido, sei que te fazia muito feliz ires à pesca com ele, ou lhe escreveres uma carta ao final da semana; e o que te faz feliz, a mim também. As tuas perdas, são as minhas perdas. E as tuas vitórias, são as minhas vitórias. Por isso, lamento imenso, a sério...
Lamento imenso teres que conhecer agora o que custa não teres uma pessoa que sempre tiveste ao teu lado. Lamento imenso não te puder proteger da dor que estás a sentir, lamento imenso não conseguir dizer-te nada suficientemente bom, algo que te conforte e que te faça sentir aninhado no meu amor, mas... Nunca tive muito jeito para expressar alguns sentimentos e aquilo que eu mais te queria dizer agora, era um "amo-te", ao teu ouvido; queria pôr a tua cabeça no meu colo, e dar-te festinhas no cabelo até adormeceres, enquanto baixinho te cantava uma música de embalar... Eu sei que é disto que precisas.
Eu nunca perdi ninguém para o Céu, só os meus avós, e era muito pequenina, logo não sinto muito a falta deles, pois não me lembro de alguma vez eles terem pertencido ao meu dia-a-dia. Mas pensas que é por isso que não os recordo, que não choro por eles? Estás enganado. Quantas vezes já não me abraçei à minha almofada e chorei, enquanto pensava se eles tinham sofrido ou se a morte tinha sido rápida; quantas vezes chorei a pensar o quão a minha vida podia ser diferente se eles cá tivessem...
Mas depois, depois de chorar muito tempo, depois de rezar e pedir que o Céu fosse um lugar lindo para aqueles que já partiram, percebi que aqueles que estão a ver-nos lá em cima, querem relembrar a Terra como um lugar feliz.
Posso garantir-te que, onde quer que ele esteja, irá olhar para ti e querer ver-te a pescar um grande peixe ou a escrever uma carta para alguém. Orgulha-o e fá-lo pensar que a partida dele, apesar de triste, te fez ver que o Mundo é muito maior que aquilo que pensavas.
E anima-te, meu amor.
Amo-te muito!"

4 comentários:

  1. Tens razão gostei mesmo muito dos dois blogs e já tens uma seguidora em cada um (;

    ResponderEliminar
  2. teus dois blogs estão lindos... Gosto muito deles :)

    http://myperfectworldforme.blogspot.com/

    ResponderEliminar